terça-feira, 17 de outubro de 2017

Amamentação em público: Em qualquer lugar, é direito garantido por lei



Foto: Reprodução - Instagram
O ato de amamentar em público pode causar bastante polêmica. Muitas mães já relataram que ficaram constrangidas e até mesmo ofendidas por terceiros enquanto amamentavam. Isso pode ser confirmado em uma pesquisa realizada pela Lansinoh, em 2015, da qual participaram 13.300 mulheres de dez países diferentes. Cerca de 32% das entrevistadas disseram se sentir constrangidas quando amamentavam em público. Dentre os países que participaram da pesquisa, em primeiro lugar ficou a China, com 45,9%, seguida da França, que totalizou 44,6%. O Brasil apareceu na pesquisa com 1,7%. Mas, apesar do índice nacional ser baixo comparado com outros países, 47% das brasileiras disseram já terem sido criticadas por estar amamentando em público. Recentemente essa discussão ganhou novamente espaço quando um hospital de São Paulo, no mês de março deste ano, proibiu uma mãe de amamentar sua filha recém-nascida na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), alegando ser aquele um horário de visita masculina, o que poderia causar desconforto para os demais visitantes. Indignada com a situação, a mãe da criança fez um post em uma rede social, relatando o constrangimento. A partir de então, muitas mulheres também se pronunciaram, afirmando também já terem passado por situações parecidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário