WhatsApp 75 8836-7094

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Prefeito de Ubaíra fala dos estragos causados pela chuva

Prefeito de Ubaíra fala dos estragos causados pela chuva - ubairaFoto: Reprodução/ Redes Sociais
O prefeito de Ubaíra falou dos estragos causados pela chuva no final da tarde deste domingo, dia 26. Em entrevista na tarde desta segunda-feira, dia 27, o prefeito Fred relatou que o volume da chuva foi muito grande em poucos minutos e causou danos em diversos pontos da cidade.
“A água entrou por baixo do calçamento e levantou o asfalto, várias ruas danificadas, muitas casas destruídas, centro da cidade com mais de um metro e meio acima do nível da rua. Foi uma chuva forte e muito rápida”, disse.
Segundo ele, o governado Rui Costa se comprometeu a ajudar na reconstrução dos pontos afetados pela tempestade e a equipe da prefeitura está providenciando o decreto de estado de emergência. “Estamos aguardando a equipe da defesa civil para ver a questão do decreto. Muitas famílias desabrigadas, estamos oferecendo todo apoio a elas, todos empenhados para minimizar o máximo o sofrimento da população”, pontuou.
Reportagem: Rádio Andaiá | Redação: Blog do Valente

Duas pessoas morrem e quatro ficam feridas após colisão entre veículos na BR-101, próximo a Conceição do Almeida

-
Foto: Reprodução/ WhatsApp | Montagem: Voz da Bahia
Na tarde desta segunda-feira (27), duas idosas morreram e quatro pessoas ficaram feridas após um acidente de transito envolvendo veículos na BR-101, próximo a cidade de Conceição do Almeida.
De acordo com informações, dentro de um dos veículos havia quatro pessoas da mesma família, incluindo as vítimas fatais. O Corpo de Bombeiros e unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), juntamente a Polícia Rodoviária Federal, estiveram no local para retirar as vítimas do local e encaminhadas para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Até o momento, não há informações sobre as identidades das vítimas e seus estados de saúde.
A pista ficou parcialmente interditada devido ao acidente.
Redação: Voz da Bahia

Roupa Nova muda nome em comemoração aos 40 anos de história

-
Foto: Instagram/Arquivo Pessoal
No ano de 2020 a banda Rouba Nova completa 40 anos de carreira. Em homenagem as quatro décadas do grupo, que segue com a mesma formação desde os anos 80, decidiu mudar o nome da banda.
A partir desta segunda-feira (27), todas as redes sociais da banda vão mudar o nome para ‘Roupa Sempre Nova’. Além disso, a assessoria informou que ainda tem mais novidade ao longo das comemorações.
O anúncio foi feito no instagram da banda com uma mensagem para os fãs e a novo logo da banda.
A banda acumula mais de 20 milhões de cópias vendidas, 38 discos lançados e 35 temas de novela durante os 40 anos de história. (bahia.ba)

Por que as mulheres são cada vez mais infiéis aos parceiros

Dois livros de publicação recente e próxima abordam e revisam o tema da infidelidade. State of Affairs: Rethinking Infidelity (Estado dos Affaires: Repensando a Infidelidade), da psicoterapeuta belga Esther Perel, e The Secret Life of the Cheating Wife: Power, Pragmatism and Pleasure in Women’s Infidelity (A Vida Secreta da Mulher Traidora: Poder, Pragmatismo e Prazer na Infidelidade das Mulheres), da socióloga americana Alicia Walker, que será lançado em nos EUA em novembro. No momento, nenhum deles tem data de publicação no Brasil.
A infidelidade é um conceito cambiante, que é atualizado e renovado periodicamente como um catálogo da Tok&Stok. É uma das práticas que mais partido tirou da era digital. Se, como diz Perel em sua palestra Ted sobre o assunto, enganar o parceiro é o único pecado que, segundo a Bíblia, se pode cometer duas vezes (em ato e em pensamento), agora pode ser conjugado em inúmeros tempos e modos, que vão desde se inscrever em segredo em um site de relacionamentos e ter conversas quentes com desconhecidos até uma simples massagem com final feliz.
A verdade é que, como Perel aponta em seu livro –que escreveu depois de passar 10 anos viajando pelo mundo, conversando com homens e mulheres infiéis, desde 1990 a taxa de mulheres que traem os maridos aumentou 40% enquanto que a dos homens parece se manter no mesmo nível. Algo que, de acordo com a psicoterapeuta, “não tem resposta fácil, além do boom dos anticoncepcionais, da maior autonomia financeira da mulher e do fim do medo do divórcio, com leis que obrigam os maridos a contribuir para a manutenção dos filhos. Mas, para conhecer os verdadeiros motivos desse aumento, as mulheres teriam de estar no mesmo nível que os homens e isso ainda não aconteceu. A sociedade continua a penalizar mais o adultério feminino do que o masculino. Na verdade, ainda existem nove países no mundo onde a mulher infiel é punida com a pena de morte, enquanto para justificar a traição do homem há toda uma série de teorias evolutivas e biológicas que a explicariam”.
As velhas ideias que afirmavam que em uma transa ocasional eles procuram a aventura, a vertigem e um parêntese na aborrecida vida conjugal; enquanto elas perseguem o amor, já não são apresentadas por quase ninguém. E menos por Alicia Walker, que depois de conversar com 40 mulheres que haviam traído seus parceiros chegou à conclusão de que a maioria deles o fez por razões meramente sexuais. “Quase todas as minhas entrevistadas vinham de casamentos sem sexo ou com relações sexuais pobres, sem orgasmos”, comenta Walker. “Em outras palavras, não conseguiam a frequência e nem a qualidade sexual que desejavam.”
Os meios de comunicação norte-americanos relacionaram a crescente infidelidade feminina com o fato de as mulheres trabalharem mais em casa do que os homens, ainda não há uma divisão equitativa das tarefas e alcançar a igualdade nesse assunto poderia ser, de certa forma, uma tentativa de equilibrar a balança em outros aspectos. Mas Walker parece cética com essa teoria e com as estatísticas e pergunta, “talvez, mais do que um aumento dos casos de infidelidade em mulheres, o que acontece é que muitas que antes não ousavam admitir isso agora começam a reconhecer, em parte protegidas pelo anonimato das sondagens realizadas na rede. A maioria das mulheres da minha amostra reconheceu que amava o marido e queria permanecer junto, mas estava cansada de não obter o que procurava no terreno erótico. Ter um affaire era a maneira de satisfazer seus desejos, mas também de salvar o casamento, porque se permanecessem insatisfeitas talvez acabassem abandonando o parceiro em favor de outro mais competente sexualmente”.
Para Esther Perel, no entanto, existe certa conexão entre a infidelidade feminina e a desigualdade entre os sexos ainda existente. “As mulheres perdem sua autonomia na família, com os filhos, no casal; porque durante séculos foi assim e porque ainda existe a ideia de que é ela quem deve cuidar das crianças e do marido. As mulheres quase sempre fazem o que devem, e poucas o que querem. Um affaire é uma das poucas vezes em que elas fazem algo para si mesmas. É nesses espaços secretos que, por fim, dão primazia ao seu valor e aos seus desejos em relação aos dos outros”, diz a socióloga, que reconhece que “as infidelidades têm pouco a ver com o sexo e muito com o desejo, por isso ocorrem até em relações abertas, onde supostamente há liberdade para experimentar tudo. O comentário universal que ouvi da boca de todas as pessoas que haviam traído seus parceiros era sempre o mesmo: “Eu me senti vivo de novo”. No fundo de um affaire sempre há uma necessidade de conexão emocional, novidade, liberdade, autonomia, intensidade sexual. Uma tentativa de recuperar a parte de nós que perdemos”.
Alicia Gallotti é sexóloga, escritora e ex-porta-voz do site de relacionamentos Victoria Milán, criado inicialmente para facilitar aventuras para mulheres com parceiros, embora com o tempo tenha se democratizado para os dois sexos. Gallotti é autora do livro Soy Infiel, ¿y Tú?, lançado em 2012. Para escrevê-lo, a sexóloga entrevistou mais de 50 mulheres que se identificavam com o título da obra. “Na época não se falava muito sobre o assunto e lembro que depois do lançamento do livro muitas mulheres me agradeceram porque eu fizera com que se sentissem menos culpadas”, diz a autora. “Havia muitas razões para colocar chifres no parceiro, mas as mais comuns eram das senhoras, já maduras, que tinham se tornado invisíveis e procuravam ‘se encarnar’ novamente; outras queriam tornar realidade a fantasia sexual da infidelidade. Também havia a mulher que tinha sido enganada pelo marido, o havia perdoado e agora queria experimentar o mesmo e, claro, aquelas que viviam em casamentos assexuados, embora se dessem bem com o parceiro e não quisessem romper. O que era comum a todas é que buscavam apenas uma aventura passageira e evitavam que a coisa se alongasse ou tivesse implicações emocionais. Todas eram muito cautelosas, porque se fossem descobertas temiam perder a guarda dos filhos. Nós, mulheres, sempre fomos muito sibilinas. Viemos de séculos de marginalização e desenvolvemos uma habilidade especial para conseguir as coisas. Somos mais espertas para inventar desculpas e melhores na hora de destruir provas”.
Concha, de 46 anos, que mora em Madri e é divorciada, viveu a traição em ambas as frentes. Como vítima e como autora da infidelidade. “Inculcam na gente a ideia de que chifrar é a pior coisa que te podem fazer em um relacionamento. Fui chifrada e perdoei; e com o tempo você vê que sobrevive, que não é o fim do mundo, embora eu ache que para o perdão é muito importante a forma e a duração da infidelidade. Não é tanto o que se faz, mas como se faz. Quando fui infiel não o fiz por vingança, mas para me dar ao luxo de realizar meus desejos e porque acho que praticando esse exercício evitarei odiar meu parceiro se ele fizer o mesmo, e porque assim terei menos oportunidades de me tornar uma mulher amargurada e ressentida pelas traições do marido, como algumas mulheres de antes”.

Toleramos pior a infidelidade

“Quando o casamento era um contrato financeiro, a infidelidade ameaçava a segurança econômica. Agora que o casamento é um acordo romântico, a traição ameaça nossa segurança emocional”, argumenta Perel.
A infidelidade é o principal motivo da maioria dos divórcios e trair é extremamente fácil hoje; mas, além disso, a era digital (se aquele que trai não teve o cuidado e a delicadeza de apagar o rastro) nos permite acessar toda o histórico da traição. E-mails, fotos, postagens em redes sociais; enquanto que antes o espetáculo mais revelador que se podia assistir era ver uma mancha de batom no colarinho de uma camisa.
“Hoje em dia nosso parceiro não é apenas nosso marido ou mulher; também é nosso companheiro, pai ou mãe de nossos filhos, nossa família, nosso partenaire sexual e até mesmo nosso colega de papos intelectuais. E perder tudo isso de repente pode ser extremamente doloroso, porque com isso também perdemos nossa identidade”, diz Perel. “O amor romântico é a nova religião, na qual depositamos todas as nossas esperanças e crenças, e o casal é um dos espaços em que muitas pessoas esperam poder se realizar e dar sentido às suas vidas; uma vez que a comunidade desapareceu e as ideologias também. As novas gerações, os filhos dos divorciados, estão procurando uma nova maneira de estar juntos e de durar mais, um modelo de relacionamento que traga estabilidade, desenvolvimento pessoal e liberdade”. (Brasil.Elpais)

MEC suspende inscrições do ProUni

-
Foto: Divulgação
O Ministério da Educação informou, em nota divulgada na noite desta segunda-feira, 27, que a abertura de inscrições para o Programa Universidade Para Todos, o ProUni, está suspenso por tempo indeterminado. De acordo com o MEC, como a divulgação do Sistema de Seleção Unificada, o Sisu, está suspensa pela Justiça, não é possível seguir com o cronograma de outros programas de ensino superior.
As inscrições para o ProUni começariam nesta terça-feira. O Ministério da Educação afirma que os estudantes vão poder consultar todas as 251.139 bolsas que serão ofertadas mesmo sem a abertura das inscrições no site do ProUni,.
Confira a nota
O Ministério da Educação (MEC) informa que, por decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, estão suspensas as inscrições no Programa Universidade para Todos (Prouni) previstas para iniciarem nesta terça-feira, 28 de janeiro.Publicidade
O Tribunal indeferiu a liminar (decisão provisória) apresentada pela União contra a decisão de suspensão do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O resultado do Sisu é condição necessária para inscrição no Prouni e no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
No entanto, os estudantes poderão consultar informações referentes às 251.139 bolsas relativas ao primeiro processo seletivo do Prouni de 2020 no site do programa (siteprouni.mec.gov.br). Os cronogramas definitivos dos programas de acesso à educação superior serão publicados após decisão final da Justiça. (Veja)

Produção de Luciano Huck teme pelo futuro incerto do programa

-
Luciano Huck é apresentador na Globo (Crédito: Reprodução/TV Globo)
Após saírem especulações sobre os possíveis nomes para substituir Luciano Huck em seu programa, na Globo, caso ele dispute à presidência do Brasil, agora a situação é se o programa continua no ar.
Segundo a colunista do jornal o Dia, do Rio de Janeiro, Fábia Oliveira, a equipe do ‘Caldeirão do Huck’ está apreensiva com o destino do programa. Antes de o apresentador tirar suas férias com a família, ele esteve com muita frequência na sala da alta cúpula da emissora global.
A equipe de Huck teme pelo fim da atração, cortes e demissões em massa. Ainda de acordo com a colunista, as especulações sobre o possível fim do programa estão cada vez ganhando mais força, assim causando muita preocupação para os funcionários. (Isto é)

sábado, 25 de janeiro de 2020

Novamente Seminário Maior da Diocese de Amargosa é transferido


O Seminário Maior da Diocese de Amargosa, na Bahia, que funcionava em Feira de Santana-BA, será transferido para Belo Horizonte, no estado de Minas Geras. A decisão foi tomada após uma reunião realizada em Amargosa, nesta sexta-feira, dia 24, com o Conselho Presbiteral e a equipe de formadores.
Segundo o padre Wilson Vitória, Chanceler da Diocese de Amargosa, durante a reunião, que discutiu questões relacionadas a faculdade em Feira de Santana, ficou decidido por dez votos favoráveis e uma abstenção, a transferência. Os seminaristas continuarão os estudos de filosofia e de teologia na PUC-Mg.

Tribuna do Recôncavo

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Cerca de 70% das inscrições do Sisu são feitas por dispositivos móveis

-
Foto: Rayllanna Lima/bahia.ba
Cerca de 70% das inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm sido feitas por dispositivos móveis, como celulares e tablets. Segundo o Ministério da Educação, até o início da tarde desta quarta-feira (22), 2.095.174 inscrições foram realizadas por 1.108.434 pessoas.
Cada candidato pode sinalizar o interesse em até dois cursos. De acordo com o MEC, a lentidão no acesso ao sistema acontece em virtude da adaptação ao novo modelo adotado nesta edição.
A partir deste ano, o sistema está em nuvem, fora dos servidores da pasta, para viabilizar que mais usuários possam acessar ao mesmo tempo, adaptar o portal para aparelhos mobile e economizar recursos. O sistema já registrou 7 mil inscrições por minuto.
O Sisu é a principal maneira de acessar o ensino superior público com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgada na semana passada. Para participar da seleção, é obrigatório não ter zerado a redação na edição de 2019 do exame.
Neste semestre, são 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o país. A inscrição é gratuita e deve ser feita na página do participante. (Bahia.Ba)

Com gol de Nickson, Vitória estreia no Baianão derrotando o Jacobina

-
Foto : Reprodução / Premiere
A estreia do Vitória no Campeonato Baiano foi com resultado positivo. O rubro-negro bateu o Jacobina na noite de hoje (22) pelo placar de 1×0, gol do meia Nickson aos 32 minutos do 2º tempo.
O Leão foi superior ao adversário na maioria da partida, mas só conseguiu abrir o placar na segunda etapa. O lateral Léo cruzou e Nickson apareceu dentro da área para cabecear e abrir o placar.
Com os três primeiros pontos conquistados, o Vitória agora se perpara para enfrentar o Fluminense de Feira no domingo (26), às 16h, no Joia da Princesa, pela segunda rodada do estadual. Antes, porém, o time principal estreia na Copa do Nordeste enfrentando o Fortaleza no sábado (25), no Barradão.

Bahia empata com a Juazeirense na estreia do Campeonato Baiano

-
Foto: Felipe Santana / EC Bahia
O Bahia empatou em 1 a 1 com a Juazeirense na noite desta quarta-feira (22), no estádio Adauto Moraes, pela rodada de abertura do Campeonato Baiano. O Cancão saiu na frente com gol marcado por Jhonata. De pênalti, Ramon empatou a partida a favor do Tricolor.
Com um ponto, o Tricolor volta a jogar pelo estadual no próximo domingo (26), contra o Vitória da Conquista, em Pituaçu. Antes, o time principal enfrenta o Santa Cruz no próximo sábado (25), no Arruda, pela Copa do Nordeste.
O JOGO
Logo nos primeiros segundos de jogo, o Cancão de Fogo assustou. Em jogada rápida pela direita, Alex Travassos chutou cruzado e a bola passou muito perto. Na sequência, o Esquadrão de Aço botou a bola no chão e respondeu com Gabriel Esteves, que recebeu cruzamento de Mayk e mandou por cima aos seis minutos.
Com 17 minutos, Saldanha ficou com a sobra da cobrança do lateral, girou e bateu com a perna esquerda para defesa do goleiro Roger Kath. Aos 27, foi a vez de Gustavo tentar de fora da área, mas a bola passou ao lado da meta.
Roger Kath evita gol do Bahia
Aos 31 minutos, surgiu a primeira boa chance da partida. Livre na esquerda, Mayk cruzou na medida para uma grande defesa do goleiro Roger Kath.
Antes do fim da primeira etapa, o Tricolor perdeu uma grande chance. Em jogada de contra-ataque rápido, Lepo recebeu a bola de frente para o gol, mas na hora de driblar o goleiro, Roger Kath levou a melhor.
Segundo tempo
Após falha do Bahia, Jhonata coloca o Cancão na frente
Logo no início do segundo tempo, após cobrança de falta na grande área, Fernando socou a bola nas costas do zagueiro Anderson e a bola foi em direção ao gol, limpa para Jhonata abrir o placar e fazer a festa da torcida do Cancão de Fogo.
De pênalti, Ramon empata
Aos dez minutos, Gustavo tentou o cruzamento e a bola ficou com Saldanha, que tentou o drible e foi derrubado na área. O juiz acusou a penalidade máxima. Na cobrança, Ramon bateu rasteiro e não deu chance para o goleiro Milton.
Aos 30, a Juazeirense quase tomou a frente do placar. Depois de cobrança de escanteio, Elcarlos completou para o meio da área, a bola desviou e a defesa do Bahia conseguiu evitar o gol em cima da linha. Três minutos depois, Alex Travassos cobrou falta para boa defesa de Fernando.
Gugu acerta a trave
O Cancão quase marcou o segundo quando o relógio marcava 36 minutos. Após cruzamento, Elcarlos desviou e Gugu chutou a bola no pé da trave.
Aos 45, Elcarlos cruzou na área, Douglas Valle completou e o goleiro Fernando ficou com a bola.
FICHA TÉCNICA
Juazeirense 1 x 1 Bahia
Campeonato Baiano – 1ª rodada

Local: Adauto Moraes, em Juazeiro
Data: 22/01/2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Bruno Pereira Vasconcelos
Auxiliares: Paulo de Tarso Bregalda Gussen e Edevan de Oliveira Pereira
Cartões amarelos: Clebson, Nino Guerreiro, Anderson (2x) (Juazeirense) / Cristiano (Bahia)
Cartão vermelho: Anderson
Gols: Jhonata (Juazeirense) / Ramon (Bahia)
Juazeirense: Roger Kath (Milton); Alex Travassos, Kanu, Junior Gaúcho e Wendell; Waguinho, Jhonata, Clebson e Elcarlos; Jeam (Gugu) e Nino Guerreiro (Douglas Valle). Técnico: Vladimir de Jesus

Bahia: Fernando; Willean Lepo; Ignácio, Anderson e Mayk; Edson, Ramon (Luciano Buiu) e Caio Mello (Cristiano); Gustavo, Gabriel Esteves e Saldanha (Caíque). Técnico: Dado Cavalcanti.

Sabe qual é a diferença entre azeite ‘normal’ e azeite extravirgem?

-
© DR
Muitas vezes quando chegamos ao mercado para comprar um azeite, ficamos em dúvida sobre qual comprar, uma vez que há uma grande quantidade de marcas e tipos, como o virgem e extravirgem.
No entanto, conforme explica a nutricionista Cynthia Antonaccio à revista Marie Claire, a principal diferença entre eles está no teor de acidez de cada um, que acaba impactando o sabor do produto.
A nutricionista destaca que o processo de fabricação do azeite está dependente de variantes como o país e a origem das azeitonas.
Cythia elucida que a variante extravirgem corresponde a um azeite de acidez mais reduzida (ou seja, 1 grama de compostos ácidos por cada 100 gramas) e o virgem, por sua vez é mais ácido (variando entre 1,5g/100g e 3g/100g).
Nesse sentido, o azeite extravirgem é mais recomendado para consumo cru, por exemplo para temperar saladas. Entretanto o azeite ‘normal’, que apesar de ter os mesmos benefícios tem o sabor menos apurado, é ideal para cozinhar alimentos, conclui a especialista.
(Notícias ao Minuto)

Tchau, sereia e unicórnio: veja as novas tendências de fantasia para o Carnaval 2020

-
Foto: divulgação
Tiaras: com frases que vão de temas políticos, a memes ou músicas, o que realmente importa é elas estarem cheias de brilho e chamarem atenção. O adorno é uma ótima opção para quem não quer usar uma fantasia completa.
Só a tiara e uma roupa fresca e confortável, como um shorts e uma regata, já criam um look divertido. As tiaras também podem ser encomendadas ou ainda feitas em casa, com um pouco de arame, cola quente e material como EVA.
Franjas e ombreiras: a onda dos anos 80 chegou também ao Carnaval, seja com as pochetes, viseiras e agora as ombreiras, ícone das paquitas. As ombreiras são bem democráticas, podem ser usadas com camisetas, biquínis ou bodies. Elas podem ser feitas com papel com maior gramatura, que vai dar sustentação aos ornamentos ou outro material que se encaixe nos ombros.
As franjas também estão entre as tendências, ela inclusive pode aparecer na própria ombreira ou em saias e biquínis. Além de deixar o look com cara de fantasia, traz mais movimento a peça.
Maquiagem: a criatividade aqui é o mais importante. Sombras ou o delineado colorido estão entre os favoritos, juntos com os cílios postiços e as “face jewels”, os adesivos decorativos para o rosto. O glitter continua sendo a marca registrada da data, mas agora na versão biodegradável para não prejudicar nem a pele nem o meio ambiente.
Vale lembrar que como a data costuma vir acompanhada de altas temperaturas e algumas chuvas, o uso do primer  e um fixador é essencial para manter a make por mais tempo na pele.
Evite confusão: apesar da comemoração dar asas a criatividade, é importante ficar atento para nenhuma liberdade ofender alguém ou se apropriar de alguma cultura.
(iBahia)

Cinco passos para uma guinada na carreira em 2020

-
Foto: reprodução
O brasileiro hoje, vive um momento de muitas adaptações, de recomeço, de reordenação. Mas há um objetivo que é comum a todos, independente da área de atuação, idade ou cargo: melhorar na profissão ou conseguir um emprego, desejo de mais de 14 milhões de desempregados.
Luciano Salamacha, professor da FGV Management, especialista em gestão e estratégia e autor da metodologia Stakehand, sugere 5 pilares fundamentais para uma virada na carreira: força de vontade, conhecimento, resiliência, disciplina e planejamento. Tudo associado. Salamacha  recomenda, ainda,  5  atitudes para chegar no seu objetivo.
1. Explore os seus talentos
Não esqueça de valorizar tudo de bom que você tem, que você faz, e o que você é. Tão importante quanto conquistar coisas novas é manter o valor das coisas que já o diferenciam. O autoconhecimento é fundamental.
2. Não se torture mais, dê uma chance a você
Livre-se do julgamento sobre os erros que cometeu no passado e gerencie a autocrítica, usando os erros como aprendizado.

3. Desafie-se

Desafie os próprios limites com a obrigação de terminar 2020 sendo ainda melhor. Para isso, é importante ter metas e planejar o autodesenvolvimento. Estudo, mais empenho, mais esforço, mais audácia.

4. Elimine o desperdício da sua vida

Todos os dias, temos à nossa disposição 86,4 mil segundos que serão consumidos. Evite desperdiçá-los com discussões inúteis, com atividades sem significado ou relevância para sua vida. Foque somente em atividades que agregam valor ou geram resultados. Estude mais e fique menos nas redes sociais.
5. Crie o hábito de agradecer e comemorar cada conquista, por menor que seja
Em tempos difíceis, o foco na vitória é uma questão de disciplina e precisa ser repetido constantemente para ser incorporado em nossa vida. Faça da gratidão uma marca pessoal.

Envolva as pessoas na torcida pelo seu sucesso. Cada vez que comemoramos, nos tornamos mais fortes para enfrentar as dificuldades que vierem depois.
(iBahia)

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Sapeaçu: Virgilio, Bell Marques e o arrocha de Tayrone são as primeiras atrações para o São João 2020

O município de Sapeaçu, no Recôncavo Baiano, já anunciou as primeiras atrações para o São João 2020. A festa contará com o Axé Music de Bell Marques e o arrocha de Tayrone.
Por enquanto, o forró é minoria entre os artistas anunciados. Apenas o cantor Virgilio representa o ritmo nordestino entre os nomes divulgados até o momento.
A programação junina ainda conta com o tradicional casamento na roça, além de apresentação de quadrilhas.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

São Felipe: Caminhão com madeira perde controle e tomba em ladeira na zona rural; duas pessoas ficam feridas



Duas pessoas ficaram feridas após um caminhão carregado com madeira perder o controle e tombar em uma ladeira na zona rural da cidade de São Felipe. O acidente aconteceu em um trecho que liga a cidade e o município de Dom Macedo Costa na manhã desta segunda-feira (20).
De acordo com informações, o caminhão perdeu o controle ao descer uma ladeira e com o peso da carga tombou. Toda a carga ficou espalhada pela estrada. O motorista e um ajudante, que não tiveram suas identidades reveladas, sofreram apenas ferimentos leves.

Como voltar a treinar depois das férias?

-
Foto: Thinkstock/Getty Images
Não precisa ter vergonha: não foi só você que negligenciou as idas à academia neste fim/começo de ano. Mas se agora você decidiu que é hora de retornar às sessões de suor, preste atenção nos cuidados que vai precisar adotar. Afinal, seu corpo ficou 3, 4 e até 5 semanas sem ver uma esteira ou halter, não é mesmo? Quem nos ajuda com as principais dúvidas sobre voltar a treinar com segurança é o personal trainer Giulliano Esperança, diretor executivo do Instituto do Bem-Estar, em Rio Claro/SP, e diretor técnico da Sociedade Brasileira de Personal Trainer.

Fiquei sem treinar durante o mês de dezembro inteiro (e o começo de janeiro também!). Quais as dicas para voltar a treinar com segurança? 

“A primeira coisa a ter em mente é que você ainda tem 12 meses pela frente para construir os resultados. Então, é muito importante respeitar a periodização, iniciando os exercícios com intensidades leve e moderada e prezando sempre a adaptação necessária para preservar e melhorar o sistema imunológico”, afirma o especialista.
Então nada de ir com muita sede ao pote, viu? Exercícios fortes e muito intensos sem o condicionamento adequado agridem nosso organismo, gerando efeitos que podem durar de 3 a 72 horas após o treino. Por isso, se um resfriado aparecer logo nos primeiros dias depois de retornar à academia, é um sinal de que você exagerou. E que seu sistema imunológico foi afetado.
Giulliano Esperança recomenda que você diminua o ritmo por 2 a 3 semanas. Dessa forma, você só não evita doenças como também permite que seu corpo (músculos e articulações) se adapte à nova rotina. “Isso vai fazer a diferença tanto no aspecto físico quanto no motivacional, pois uma boa base fisiológica ajuda a superar os obstáculos mentais com mais facilidade”, explica.

O que é melhor: investir em exercícios de cardio ou musculação? 

O personal é categórico: é preciso fazer os dois. “Precisamos das duas capacidades físicas (força e resistência cardiovascular). Uma impacta na outra. E um exercício não anula o efeito do outro. Em contrapartida, a falta de um pode sim prejudicar o benefício do outro.”

Quais os benefícios de cada um? 

Como o próprio nome diz, os treinos de cardio estão diretamente relacionados com o aprimoramento do sistema cardiovascular e envolvem a participação de grandes grupos musculares. Além de ter efeitos circulatórios e diminuir o risco de aparecimento de doenças crônicas como a hipertensão, AVC, osteoporose, diabetes tipo 2, obesidade, câncer, ansiedade e depressão.
Já a musculação recruta músculos mais específicos, melhorando a força nos mesmos. Isso traz benefícios ao sistema endócrino, estimulando hormônios importantes para a saúde e manutenção de peso como o GH (hormônio do crescimento), insulina e testosterona.

Mas qual fazer primeiro? 

“Não importa, simplesmente faça. É preciso apenas seguir sistematicamente um treino por pelo menos 4 semanas. Depois disso, uma avaliação física vai ser capaz de dizer qual estratégia é melhor para você — seja fazendo o cardio ou a musculação primeiro. O essencial é ser regular e consistente”, explica Giulliano Esperança.

Qual o melhor treino aeróbico para quem passou um tempo sem malhar?

Qualquer um, desde seja respeitado o período de 2 a 3 semanas de treinos leves! A bike, por exemplo, tem um impacto menor que a corrida. Mas é preciso estar atenta à intensidade. “Já vi pessoas lesionarem o quadril por esforço na bicicleta”, alerta o personal.

Para quem engordou uns quilinhos nas festas de fim de ano: dá para perdê-los ao voltar a treinar? 


Desde que você alinhe seus hábitos alimentares também, tudo é possível! “Não existe exercício capaz de vencer a má alimentação. Já vi triatleta engordar 4 quilos em apenas 2 semanas, pedalando, correndo e nadando diariamente. O treino depende de um organismo bem nutrido para promover resultados.” (Boa Forma)