quarta-feira, 1 de julho de 2020

São Felipe fica em 1ª lugar entre municípios do interior baiano que registram redução das mortes violentas

O interior da Bahia fechou o mês de junho com diminuição de 25% das mortes violentas, como homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte, segundo informações da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP-BA). A polícia contabilizou 221 ocorrências este ano, contra 298 no mesmo período de 2019.

O diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis, destacou as ações de inteligência, no combate ao tráfico de drogas. “Esse é um problema nacional, presente nas grandes metrópoles e também nos municípios do interior. Temos uma equipe itinerante, a Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati), empregada sempre que alguma região ou cidade aponta crescimento. Vivemos cada dia buscando o melhor resultado”, disse.

Entre as cidades com maiores reduções estão São Felipe (-100%), Una (-90,9%), Araci (-86%), Guanambi (-75%), Itamaraju (-45%), Porto Seguro (-31%), Teixeira de Freitas (-27%), Itabuna (-19%), Juazeiro (-16%) e Vitória da Conquista (-15%).

“Não existe mágica. Trabalhamos de forma incessante e comemoramos essas reduções, sabendo que mais na frente novos problemas se apresentarão”, disse o comandante de Operações da PM, coronel Humberto Sturaro. O oficial lembrou que após três anos consecutivos com diminuições das mortes, na Bahia, o ano de 2020 será desafiador. (BN)

Com isolamento social, mulheres são expostas a ‘violências típicas da pandemia’

-
Foto: Reprodução/Pixabay
Com a pandemia e as recomendações para o isolamento social a fim de conter a disseminação do coronavírus, mulheres em relacionamentos violentos ficaram ainda mais expostas às violências. Reportagem do portal Uol traz uma série de relatos sobre novas formas de violência e abusos sofridos por mulheres durante a pandemia. Os episódios incluem de envenenamento de máscaras a agressões por causa de lives.
O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos apontou que a quantidade de denúncias recebidas nos quatro primeiros meses de 2020 foi 14% maior em comparação com o mesmo período de 2019.
A advogada Gabriela Souza, do escritório Advocacia para Mulheres de Porto Alegre, disse à reportagem que recebou relatos de agressor que impede a mulher de usar máscara, que usa o álcool em gel para colocar fogo na casa, que agride a mulher após ser contestado por ter saído de casa e exposto o resto da família, e outras situações.
“É o que podemos chamar de violências típicas da pandemia”, classificou a advogada.
Um dos relatos que ela considera mais chocante aconteceu em 22 de junho, em Presidente Prudente, interior de São Paulo. Um homem de 55 anos ensopou as máscaras da ex-mulher com veneno para matar insetos. A vítima, que já contava com medida protetiva para que o agressor não se aproximasse, o denunciou e o homem foi preso.
Em outro episódio citado na reportagem, a advogada Gabriela Souza conta sobre uma mulher que apanhou do marido porque ela queria assistir uma transmissão ao vivo e ele não deixou. “Ela queria ver o DJ Alok. O homem surtou, disse que ela não iria ver, que a casa dele não era cabaré e bateu nela”, contou a advogada.
A fundadora da ONG Nós Mulheres, a economista Caroline Moraes, também afirma estar recebendo pedidos de ajuda de mulheres que passaram por agressões envolvendo itens usados na pandemia. A entidade atende vítimas de violência doméstica na região da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.
Em relato à reportagem do Uol, Caroline conta que em um dos casos, uma mulher teve a máscara arrancada pelo marido para impedir que ela fosse à feira. “Ela conta que ele puxou com tanta força que o elástico da orelha estourou. Ele já era violento, mas o momento faz aflorar novas formas de agressão. Também porque ela é a provedora da casa”, disse Caroline.
“A pessoa a quem ela poderia recorrer é a mãe, mas a mãe faz parte do grupo de risco. Então estamos dando ajuda psicológica para que a vítima consiga atravessar esse momento e, depois, se livrar do agressor”, completou a fundadora da Nós Mulheres. (BN)

Bolsa B3 cai 0,71%, mas fecha semestre acima de 95 mil pontos

-
Foto: Getty Images
Assim como ocorreu com o câmbio, o risco de nova tensão entre Estados Unidos e China prejudicou os negócios na bolsa de valores B3. O índice Ibovespa caiu nesta terça-feira (30) 0,71%. Porém, no mês, a bolsa brasileira teve valorização de 8,76%, fechando em 95.055,82 pontos.
Segundo a Exame, apesar de ter encerrado em queda, ao longo do dia o Ibovespa oscilou diversas vezes entre o positivo e negativo. O principal fator foram as novas tensões entre Estados Unidos e China.
Na semana passada, o governo dos EUA restringiu a entrada de autoridades chinesas acusando o país asiático de “minar liberdades” em Honge Kong. A China respondeu com reciprocidade, vetando vistos de norte-americanos e classificando o pais de Donald Trump de “conduta ofensiva”. (Bahia.ba)

terça-feira, 30 de junho de 2020

Mensagem do Pastor Marcondes aos Sanfelipenses neste tempo de pandemia


São Felipe: Nota de Esclarecimento em relação ao funcionário do Supermercado Cerqueira Loja 1

                          Nenhuma descrição de foto disponível.
  A Secretaria de Saúde, vem informar a população de São Felipe, sobre as condutas realizadas em relação ao funcionário do Supermercado Cerqueira loja 1 com diagnóstico positivo para COVID-19. De acordo com o contato realizado pela coordenadora da vigilância epidemiológica ao Sr. Val administrador do estabelecimento, o mesmo nos informou que o referido funcionário não trabalha no local todos os dias e sim como diarista e que o tinha afastado desde o dia 9 de junho, data na qual ele começou a apresentar sintomas de alergia. Esta conduta de afastamento do serviço é realizada com qualquer funcionário que apresente sintomas gripais. Parabenizamos o Sr. Val pela excelente conduta, pois esta ação contribui e muito com o trabalho que está sendo desenvolvido pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde no combate ao novo coronavírus. De acordo com as orientações do Ministério da Saúde, o período de afastamento do funcionário supra citado já passava de 14 dias, onde neste caso não seria mais recomendado o monitoramento dos demais funcionários, haja vista que este monitoramento seria durante este período. Mas, a Secretaria orientou ao proprietário do local observar seus colaboradores e caso algum apresentasse sintomas sugestivos para a covid-19, o mesmo nos informasse para que as medidas cabíveis fossem adotas. Ele nos comunicou também, que outro funcionário apresentou sintoma gripal e já havia afastado o mesmo das suas atividades laborais. A unidade de saúde está acompanhando o colaborador, este apresenta sintomas leves, esta em isolamento domiciliar aguardando a realização do teste rápido para confirmação ou descarte da infecção pelo novo coronavírus. A Secretaria Municipal de Saúde de São Felipe agradece aos comerciantes pela colaboração e se coloca a disposição para auxiliar, dentro de nossas possibilidades, no que for necessário para contribuir ainda mais com a segurança da nossa população.

domingo, 21 de junho de 2020

EMPRESA FERNANDES BARBOSA REALIZOU REUNIÃO COM OS MOTORISTAS



  A FERNANDES BARBOSA SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS, teve nessa manhã do dia 21 de junho, reunida com alguns de seus motoristas que conduz pacientes de TFD. Do Município de São Felipe-BA . A pauta da reunião foi sobre: BIOSSEGURANÇA NO ENFRENTAMENTO AO COVID-19. A sócia, Ana Cláudia Fernandes, explanou sobre a importância da biossegurança e a responsabilidade de cada um nessa batalha. A mesma parabenizou seus colaboradores pela sua coragem, compromisso. #usemáscara.


Acompanhe depoimentos no ato de Inauguração da Unidade de Saúde da Família Manoel Cardoso em São Felipe


São Felipe: Prefeitura realiza capacitação para os profissionais que trabalham em Barreira Sanitária

                 A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e interiores
    O Prefeito Antônio Jorge Macedo "Choquinha" esteve reunido na noite desta quinta-feira, 18 de Junho de 2020, com o Secretário de Saúde, Álvaro Neiva, Coordenadora de Vigilância Sanitária, Coordenadora de Vigilantes e os profissionais que estão atuando na Barreira Sanitária.
A reunião teve como objetivo organizar a barreira sanitária com medidas mais radicais e intensificação na fiscalização, orientação e informação.
Somos um município acolhedor, mas neste momento não aceitem pessoas em sua casa e pedimos ao domiciliados que evitem se deslocar para as cidades da região com grande número de casos.

São Felipe: Secretaria de Saúde intensificar monitoramento no comércio local

                    A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, chapéu e ar livre

   A equipe da Vigilância Sanitária (VISA) do município vem desenvolvendo inúmeras ações de prevenção e contenção do novo coronavírus (Covid-19). Entre estas ações, está a realização do monitoramento quanto ao uso obrigatório de máscara facial nas ruas, supermercados, restaurantes, bares, lanchonetes, agências bancárias, praças de alimentação, feira livre, dentre outros. A equipe vêm também realizando fiscalização, em regime de denúncias, de pessoas que chegam em nosso município, vindas de outras cidades e/ou estados.
                      A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e ar livre
Além disso, a Vigilância Sanitária intensificou durante esta semana de São João, as ações desenvolvidas nas barreiras sanitárias, fiscalizando todas as pessoas que entram em nossa cidade, através da aferição da temperatura e orientando os cuidados que devem ter neste período de pandemia.
De acordo com a coordenadora da Vigilância Sanitária, Cíntia Andrade, “Vamos cada vez mais, aumentar a fiscalização com o objetivo de controlar as aglomerações nos estabelecimentos comerciais e orientações à população, pois este é um momento que exige muito cuidado e consciência da sociedade. Fique em casa e se for preciso sair, use máscara”, reforçou.

ASCOM



Prefeitura de São Felipe inaugura nova Unidade Básica de Saúde

                        A imagem pode conter: céu, casa e ar livre

A Prefeitura Municipal de São Felipe, através da Secretaria Municipal de Saúde, inaugurou na manhã desta sexta-feira (19/06), a nova sede da Unidade de Saúde da Família (USF) Manoel Cardoso, localizada no bairro Mariano. A nova estrutura atenderá os pacientes cadastrados na unidade, que são moradores das localidades mais próximas. Durante a solenidade estiveram presentes o Prefeito, Secretários, Vereadores, Diretores e Coordenadores de diversas secretárias, a equipe da Unidade de Saúde da Família (USF) Manoel Cardoso, e a Imprensa local escrita e falada que prestigiaram a cerimônia oficial de inauguração, onde na oportunidade transmitiram a todos os internautas através das redes sociais a inauguração que devido a pandemia não tivemos a presença de grande público, no local, como forma de prevenção ao COVID-19.
A nova estrutura faz parte do Programa de requalificação das Unidades Básicas de Saúde (Requalifica - UBS) para o fortalecimento da Atenção Básica. Por meio do programa, o Ministério da Saúde propõe uma estrutura física das unidades básicas, que seja acolhedora e dentro dos melhores padrões de qualidade, incentivando a melhoria das práticas das equipes de saúde.
Em seu pronunciamento, o Prefeito Antônio Jorge "Choquinha", fez questão de ressaltar a contribuição dos Deputados Elmar Nascimento e Jorge Solla, que colocaram como emendas parlamentares na gestão do Sr. Rozálio Souza da Hora. Neste momento aqui parabenizamos e agradecemos ao Sr. Rozálio pela sua contribuição dando início esta obra e agora estamos entregando a população.
Quero dizer a todos que a nossa administração ainda vai entregar à população muito mais obras, em pouco tempo venho sempre buscando o melhor para a nossa cidade. Espero que a comunidade cuide muito bem desta unidade que pertence a todos.”

Para o secretário de saúde, Alvaro Neiva, a entrega desta Unidade de Saúde da Família é o resultado do trabalho da atual administração em prol da comunidade. “Que todos os moradores que serão atendidos nesta Unidade Básica de Saúde se sintam acolhidos e que usufruam desta bela e moderna unidade”.
De acordo com a Diretor da Atenção Básica e Coordenador de Saúde Bucal, Magno Andrade, é momento de grande felicidade pra nós da atenção básica, a entrega da nova estrutura da Unidade Básica de saúde Manoel Cardoso, oferece condições ideais para o desenvolvimento, das diversas ações realizadas pelas equipes das Unidades de Saúde da Família, de modo a promover cada vez mais um melhor acolhimento, humanização, conforto, segurança à população e equipe, realização de pequenos procedimentos ambulatoriais, atividades coletivas, capacidade de ampliação do serviço de odontologia, espaço amplo para realização de educação permanente dos profissionais dentre outras.
Para a enfermeira da unidade, Valquira, a nova USF vai oferecer melhores condições de trabalho aos servidores, proporcionando maior conforto, segurança e acessibilidade aos usuários.
A nova USF possui uma ampla recepção, farmácia, consultório médico, consultório de enfermagem, depósito de material de limpeza, sala se vacina, sala de reunião, sala de procedimentos, consultório odontológico, sala de nebulização, sala de triagem, banheiro de pacientes masculino e feminino com acessibilidade para deficientes físicos, copa, almoxarifado, banheiro de funcionários, sala de esterilização, expurgo dentre outras.
ASCOM

São Felipe: BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO 080 DE 20 DE JUNHO DE 2020 🦠

                         Nenhuma descrição de foto disponível.
   O alto número de casos monitorados atualmente se dá devido ao trabalho de intensificação das ações de prevenção ao COVID-19 que estão sendo realizados de forma brilhante pelos nossos profissionais, nos casos de pessoas que tiveram contato próximo com pessoas confirmadas, nas áreas dos ACS, nas barreiras sanitárias e de monitoramento de pessoas principalmente que residem e fazem deslocamento diário para outras cidades.
Exame de PCR confirma mais um caso e teste rápido mais 2 casos novos de Covid-19 em São Felipe
A Prefeitura Municipal de São Felipe, através da Secretaria de Saúde, comunica a população que realizou os testes rápidos em dois pacientes que estavam apresentado sintomas leves, e os mesmos testaram positivo para coronavírus (Covid-19), neste sábado, 20 de Junho de 2020. e a confirmação do PCR que foi realizado em rede particular, e notificado a VIEP do município.
Ainda conforme a Secretaria, os pacientes já se encontram em isolamento domiciliar, bem orientados, sendo acompanhados pela unidade de saúde e coordenações da SMS, a qual são referenciados, uma vez que não apresentam sintomas graves que indicam internação.
⚠️ATENÇÃO! O uso de máscara de proteção é obrigatório em vias públicas e nos estabelecimentos comerciais.
Fique em casa, se precisar sair, use máscara!😷
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Prefeitura Municipal de São Felipe
Secretaria de Saúde

Especialistas alertam para impactos do serviço de pagamento do Whatsapp

-
Foto: Marcelo Casal Jr
O Whatsapp anunciou que passará a permitir transações financeiras entre os usuários, utilizando a plataforma de finança digital da empresa controladora do app, o serviço Facebook pay. O serviço, com grande potencial de se tornar popular em um país com mais de 130 milhões de usuários do app, traz impactos e cuidados, segundo especialistas e pesquisadores ouvidos pela Agência Brasil.
Na avaliação da especialista em direitos digitais do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Juliana Oms, o novo serviço pode facilitar atividades como compras online, pagamentos e transferência de recursos para muitas pessoas. Mas a novidade também pode provocar prejuízos aos consumidores.
“O Facebook, embora seja uma rede social, tem seu negócio centrado na publicidade. Lucra a partir da exploração dos dados de seus usuários, que são utilizados para permitir envio de publicidades direcionadas aos consumidores. Esta nova funcionalidade permite ao Facebook adentrar em um novo meio de informações, ou seja, saber com quem você realiza transações financeiras, o que você compra, com qual frequência etc. Tudo isso pode ser integrado às demais informações que o Facebook possui sobre cada consumidor”, analisa a especialista do Idec.
“Isso é preocupante”, continua Juliana Oms, “se considerado que o Facebook tem um histórico de uso abusivo e vazamento de dados dos usuários. Por isso é importante tomar cuidado quanto à segurança das informações. O controle de uma grande base de dados reforça também, completa a representante do Idec, o domínio de mercado da empresa, dificultando a entrada de novos competidores”.
Mercado
O professor de sociologia econômica da Universidade Federal do Ceará e autor de livros sobre finanças digitalizadas, Edemilson Paraná prevê um impacto no mercado de carteiras digitais brasileiro, que já conta com serviços semelhantes de grandes empresas de tecnologia, como o Samsung Pay, Apple Pay e Google Pay.
“Certamente, devido a sua dimensão, escala e capilaridade há um potencial para causar um enorme impacto nesse mercado, reconfigurando-o por completo. A enorme base de usuários previamente cadastrados e utilizando ativamente a plataforma dá, sem dúvida alguma, uma posição privilegiada e desigual ao Facebook na concorrência com outros serviços de pagamento digital”, disse.
A capacidade de integração dos serviços informacionais e agora financeiros do Facebook e de suas aplicações, acrescenta Paraná, abre novas possibilidades à empresa “para a customização na divulgação e venda de produtos, tornando esse um espaço em que estar de fora – tanto para consumidores, mas sobretudo para as empresas – será cada vez mais difícil e custoso”.
Segurança
Em termos de segurança, o Whatsapp tem se tornado foco de golpes que clonam o app do usuário para pedir dinheiro a amigos. Com a possibilidade de fazer transações, esse tipo de procedimento abre espaço para acesso indevido aos recursos movimentados pela pessoa pelo aplicativo. Por isso, cuidados com a segurança envolvendo seus smartphones e programas são fundamentais, como a Agência Brasil mostrou na reportagem Covid-19: uso maior da internet requer mais cuidado com segurança, publicado em 27 de março deste ano. (A Tarde)

Governo recupera R$ 40 milhões em benefícios recebidos indevidamente

-
Foto: DIVULGAÇÃO
O governo federal recebeu de volta, até o dia de hoje (19), R$ 39,6 milhões correspondentes ao pagamento de auxílio emergencial a pessoas que não se enquadravam nos critérios. Foram, no total, 47,7 mil pessoas que fizeram a devolução do benefício.
Segundo o governo, entre aqueles que recebem o benefício equivocadamente, existem aqueles que se enganam, outros que agem de má-fé e um terceiro grupo incluído de forma equivocada. Para devolver a quantia, é necessário entrar no site criado especificamente para devolução, emitir a Guia de Reolhimento da União (GRU) e pagá-la.
Os ministérios da Cidadania e da Justiça firmaram, em maio, acordo de cooperação técnica para operacionalizar ações de caráter preventivo e repressivo a fraudes relacionadas ao auxílio emergencial. O ministério também tem parceria com a Controladoria Geral da União (CGU). Por meio desse acordo de cooperação, os dois órgãos identificam irregularidades no pagamento do auxílio.

Quem tem direito ao auxílio emergencial?

Tem direito ao benefício o cidadão maior de 18 anos (ou mãe com menos de 18) que atenda a todos os seguintes requisitos:
• Pertença à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50) ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00); e
• Que não esteja recebendo benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou outro programa de transferência de renda federal, exceto o Bolsa Família;
• Que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 (vinte e oito mil, quinhentos e cinquenta e nove reais e setenta centavos);
• Esteja desempregado ou exerça atividade na condição de:
– Microempreendedores individuais (MEI);
– Contribuinte individual da Previdência Social;
– Trabalhador Informal, de qualquer natureza, inclusive o intermitente inativo.

Quem não tem direito ao auxílio?

Não tem direito ao auxílio emergencial o cidadão que:
• Pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoa da família seja maior que meio salário mínimo (R$ 522,50);
• Tem emprego formal;
• Está recebendo seguro-desemprego;
• Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
• Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda. (Agencia Brasil)

Crise do coronavírus pode fazer fome quase dobrar no mundo este ano, aponta ONU

-
Foto: Divulgação
O número de pessoas que enfrentam insegurança alimentar aguda pode quase dobrar este ano, para 265 milhões, devido às conseqüências econômicas da Covid-19, informou o Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (ONU).
A estimativa é que o impacto das perdas de receitas com turismo, remessas em queda e restrições a viagens deixem 130 milhões de pessoas sob “ameaça severa”. Somadas às 135 milhões de pessoas que já estavam nessas condição antes da pandemia, a ONU estima que as vidas e subsistências de 265 milhões de pessoas em países de baixa e média renda estejam ameaçadas.
“A Covid-19 é potencialmente catastrófica para milhões de pessoas que já estão ‘por um fio'”, disse Arif Husain, economista chefe e diretor de pesquisa do Programa Mundial de Alimentos em conferência virtual a partir de Genebra, na Suíça. “Precisamos nos unir para lidar com isso, ou o custo será alto demais – o custo global será alto demais: muitas vidas perdidas e muitos, muitos meios de subsistência”.
“Crise aguda de alimentos e meios de subsistência” é a categoria três das cinco fases da ONU, que significa “falta crítica de acesso a alimentos e desnutrição acima do habitual”. A categoria 5 significa “fome em massa”.
Husain afirmou que é crítico agir rápido para evitar que pessoas já vivendo em situações como a de vendedores de alimentos no Quênia vendam seus bens, uma vez que pode levar anos para que sejam independentes novamente. Em alguns casos, como quando produtores vendem seus equipamentos ou gado, pode levar a efeito cascata na produção de alimentos por vários anos.
“Essas são as pessoas com as quais estamos preocupados – os que estavam bem antes da Covid e agora não estão”, disse, acrescentando estar “realmente preocupado” com pessoa vivendo em países com pouca ou nenhuma rede de segurança do governo.

África será provavelmente região mais atingida

Oficiais da ONU não deram um detalhamento geográfico das necessidades crescentes, mas disseram que a África provavelmente será a mais atingida.
O programa espera precisar de US$ 10 bilhões a US$ 12 bilhões para financiar seus programas de assistência este ano, em comparação com os US$ 8,3 bilhões registrados no ano passado, acrescentou Husain. Ela planeja pré-posicionar os estoques de alimentos nos próximos meses, antecipando necessidades crescentes.
Dos que já são considerados famintos, muitos estão em zonas de conflito como a Síria ou em países seriamente afetados pelo impacto das mudanças climáticas, de acordo com um relatório da ONU. Mesmo antes da pandemia de coronavírus, os gafanhotos do deserto na África oriental haviam destruído as colheitas e aumentado o número de pessoas dependentes de ajuda alimentar. (G1)

Inverno no Hemisfério Sul começa neste sábado

-
Foto; Elza Fiúza/ Agência Brasil
Tem início neste sábado (20) às 18h44, o inverno no Hemisfério Sul. A estação é marcada como um período menos chuvoso nas regiões Sudeste, Centro-Oeste, e de parte das regiões Norte e Nordeste. O inverno se estenderá até às 10h31 do dia 22 de setembro.
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as localidades que, no inverno, costumam apresentar maiores quantidades de chuva são o noroeste da Região Norte, leste do Nordeste e parte da Região Sul.
A diminuição da chuva em boa parte do país acaba por reduzir a umidade relativa do ar, favorecendo o aumento de queimadas, incêndios florestais e a incidência de doenças respiratórias.
Prognóstico da Região Nordeste
Para a Região Nordeste, a previsão é de predomínio de áreas com maior probabilidade de chuva “próxima ou acima da climatologia” durante a estação, principalmente na costa leste, onde o período chuvoso já se aproxima de seu final. Na metade sul do Maranhão, oeste da Bahia, do Rio Grande do Norte e da Paraíba, e no nordeste do Ceará, a chuva permanecerá “ligeiramente abaixo da climatologia”. O interior dessa região terá iniciado seu período de seca nos próximos meses, segundo o Inmet.
A temperatura neste inverno, ao que tudo indica, deverá ficar acima da média no Maranhão, Piauí, oeste da Bahia e parte do Ceará. Nas demais áreas, as temperaturas devem ser próximas à média ou ligeiramente abaixo, principalmente em áreas onde a previsão indica chuva acima da média. (Bahia.Ba)

quarta-feira, 17 de junho de 2020

“As atividades comerciais em Santo Antônio de Jesus serão suspensas pelos próximos 10 dias”, afirma prefeito.

-
Foto: Reprodução
“O que está em jogo não é abrir ou fechar o comércio. É cuidar das vidas.” Com estas palavras, o Prefeito Rogério Andrade confirmou em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (17), a suspensão das atividades comerciais em Santo Antônio de Jesus pelos próximos 10 dias.
A medida, cuja possibilidade já havia sido anunciada com antecedência, tem como objetivo ajudar a frear o crescimento de casos de COVID-19 na cidade. Os estabelecimentos que descumprirem a medida estarão sujeitos a advertência, multa e interdição. O comércio na cidade estava flexibilizado desde o dia 04 de maio.
  • “Sou representante de todos os segmentos da sociedade. Nos últimos dias conversei com o maior número possível de segmentos, com os dois conselhos que constituímos. Todos entendem que a flexibilização até aqui foi importante para termos esse equilíbrio entre a crise de saúde e a crise econômica. Agora, com o aumento do número de casos é o momento de mudarmos a estratégia dentro daquilo que já havia sido planejado.” – Afirmou o Prefeito.
Na coletiva, o Prefeito também ressaltou a preocupação com o aumento exponencial de casos nas cidades da região atendidas em Santo Antônio de Jesus e no número de profissionais da saúde acometidos com a doença.
A partir desta quinta-feira (18), fica permitido o funcionamento de supermercados e congêneres; farmácias e serviços de saúde; revendedores de gás e água; postos de combustível; hotéis e pousadas; lojas de produtos de higiene pessoal; laboratórios; indústrias; provedores de internet e tv; órgãos da imprensa; concessionárias de água, energia e telefonia; bancos, correspondentes bancários e casas lotéricas; obras de construção civil; restaurantes às margens das rodovias; lojas de autopeças, borracharias e oficinas mecânicas; serviços de transporte e logística; segurança privada; serviços funerários; vendas de material de limpeza; transporte coletivo, táxi e mototáxi; coleta de lixo; controle de pragas; carros-pipas e limpa-fossas.
Segue suspenso o funcionamento de bares, academias, restaurantes e eventos de qualquer natureza, independente do número de participantes. Também foi prorrogada por mais 60 dias a suspensão da comercialização de atacado de frutas e verduras por comerciantes de outros municípios na Feira Livre Municipal. Outra medida anunciada é a possibilidade de convocação de qualquer servidor público para atuar na fiscalização das medidas.
ASCOM – Prefeitura de Santo Antônio de Jesus