Ex-prefeita de Amargosa terá que devolver quase R$ 200 mil aos cofres públicos

O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) determinou que a ex-prefeita de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, Karina Silva, devolva quase R$ 200 mil reais aos cofres públicos com recursos pessoais, devido a irregularidades apuradas durante a análise técnica das contas do município durante sua gestão.

Segundo o TCM, a ex-prefeita de Amargosa Karina Borges Silva, conseguiu reduzir as despesa com pessoal de 65,86% (1º quadrimestre) para 56,77% (3º quadrimestre), o que revela que as medidas adotadas pela administração foram satisfatória. Por não ter alcançado o índice de 54%, a gestora foi multada em R$ 20.160,00.

Também foi imputada uma multa de R$5 mil por outras irregularidades apuradas durante a análise técnica das contas e determinado o ressarcimento aos cofres municipais de R$172.558,67, com recursos pessoais, pelo não envio à Inspetoria Regional de dois processos de pagamento. O Tribunal de Contas dos Municípios aprovou com ressalvas as contas de oito prefeituras baianas, entre elas, a da prefeitura de Amargosa.

Comentários