quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Em um ano, 49 mulheres foram vítimas fatais da violência doméstica na Bahia


Em um ano, 49 mulheres foram vítimas fatais da violência doméstica na Bahia
Quarenta e nove feminicídios foram registrados em toda a Bahia durante todo o ano de 2017. A estatística foi apresentada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) na manhã desta quarta-feira (27/12). De acordo com a lei, feminicídio é a morte de uma vítima exclusivamente por conta do seu sexo. “É óbvio que, quando a mulher é encontrada morta e não se sabe qual é a verdadeira motivação, pode-se classificar como homicídio e, depois, como violência doméstica. É importante dizer que, tanto no caso do homicídio quanto na violência doméstica, nós trabalhamos em rede”, disse o secretário Maurício Barbosa. Ainda de acordo com a SSP, 22 dos 49 casos foram registrados em Salvador. Todos eles, porém, já foram elucidados, ou seja, os autores foram presos ou identificados. A pasta frisou ainda que a Ronda Maria da Penha, unidade da PM para proteger as mulheres que possuem medidas protetivas, hoje atende 1.733 pessoas em todo o estado. (Aratu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário