quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Quase 1 milhão de eleitores ainda não fizeram o recadastramento biométrico

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia  apontou que, em Salvador, quase um milhão de eleitores ainda não fizeram o recadastramento biométrico, que é obrigatório na capital baiana e deve ser feito até 31 de janeiro de 2018. A cidade possui 1.991.054 eleitores, sendo que 1.029.123 estão biometrizados no município.

O problema para quem ainda não procurou o serviço é que o TRE-BA entra em recesso no dia 22 de dezembro, e as atividades só serão retomadas no dia 2 de janeiro de 2018. Ou seja, vão ser 10 dias de trabalhos suspensos tanto na unidade central, localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), quanto nos outros 26 postos que oferecem o serviço.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, na sede do tribunal, e em outros postos, enquanto o recesso não chega, são atendidas uma média de oito mil pessoas por dia. Com esta média, até o fim do prazo, cerca de 250 mil pessoas vão conseguir fazer o recadastramento. Isso significa que muitos eleitores não vão conseguir realizar o procedimento. Quem não fizer o recadastramento terá o título cancelado.

Os agendamentos pelo site do TRE-BA, para fazer o recadastramento, ainda estão disponíveis, contudo a procura é grande e nem sempre é possível encontrar horário. Na prefeitura-bairro de Pau da Lima, por exemplo, são agendadas 300 pessoas por dia. O presidente do TRE-BA, José Edivaldo Rotodano, acredita que o prazo não vai ser prorrogado.

"Tudo o que estiver o alcance do TRE, estamos tentando fazer para atender o eleitorado e a determinação do TSE. Estamos avaliando estendermos o atendimento aos sábados e nos dias da semana", explicou. Ainda de acordo com o TRE-BA, a Bahia possui 10.658.906 eleitores. Desses, 4.572.469 já fizeram a biometria, o que corresponde a 42,90% do total. No estado, eleitores de 55 municípios devem fazer o recadastramento da biometria obrigatoriamente até o final de janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário