quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Mais de 2 mil casos de câncer infantojuvenil são registrados na BA nos últimos 6 anos

-
Foto: Reprodução/TV Bahia
Mais de dois mil casos de câncer em crianças e jovens de até 19 anos foram registrados na Bahia entre 2013 e 2019, segundo dados do Ministério da Saúde. Ao todo, são 2.348 casos nos últimos seis anos.
A pasta considera a situação alarmante e destaca que o balanço é parcial, já que só foram contabilizados casos atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Pacientes de hospitais e clínicas particulares não estão incluídos.
Entre os adolescentes com câncer está o estudante baiano Ítalo Ribeiro, de 13 anos, que faz quimioterapia. A doença se manifestou debaixo do braço e no fígado.
“Tem que falar que já deu tudo certo. O médico disse que já está melhorando”, falou o estudante.
“A gente tem que estar firme ali, dar apoio para ele e continuar junto com ele, né?”, reforçou a mãe de Ítalo, Lívia Ribeiro.
A Sociedade Brasileira de Pediatria alerta que, todos os dias, pelo menos 20 novos casos de câncer são diagnosticados no Brasil em crianças e jovens. O levantamento foi feito com base em dados do Ministério da Saúde.
Para facilitar o diagnóstico, a Sociedade Brasileira diz que é importante visitar sempre o pediatra.
“O mais importante é que ele seja detectado precocemente. Essa detecção precoce depende dessa criança ser acompanhada por um pediatra e ser vista de maneira sistemática, que é o ideal”, explicou a presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria, Luciana Rodrigues Silva. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário