sexta-feira, 17 de abril de 2020

Facebook vai alertar usuários que interagiram com notícias falsas sobre coronavírus

-
Foto : Twin Design/Shutterstock
O Facebook anunciou hoje (16) que mostrará alertas retroativos para usuários que tiverem lido, assistido ou compartilhado conteúdos com informações falsas sobre a pandemia de Covid-19. As notificações, que deverão começar a ser enviadas nas próximas semanas, vão redirecionar para o site da Organização Mundial da Saúde. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.
A nova política se aplicará apenas às informações falsas que possam contribuir para “danos físicos iminentes”, como conteúdos sobre “curas” não comprovadas ou declarações de que o distanciamento social não seria efetivo. Até o momento, a política da plataforma vinha sendo apenas de deletar postagens deste tipo.
O Facebook, no entanto, mantém no ar outros tipos de desinformação sobre a doença, como teorias da conspiração sobre sua origem. Para combatê-las, a mídia recorre a uma rede parceira de organizações independentes de checagem de dados: quando os checadores constatam uma informação falsa, a plataforma adiciona um alerta no conteúdo, limita seu alcance e envia alertas para aqueles que a compartilharam. (Metro1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário