terça-feira, 10 de novembro de 2020

Disque-Aglomeração: Em menos de dez dias, TRE-BA registra mais de mil denúncias

 

-
Em menos de dez dias, TRE-BA registra mais de mil denúncias pelo Dique-Aglomeração — Foto: Reprodução / TRE-BA

O Disque-Aglomeração do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) já ultrapassou mil denúncias, em menos de dez dias de atendimento. Segundo informações do TRE-BA, na segunda-feira (9), a ouvidoria do órgão já havia contabilizado 1.053 denúncias, sendo 21,4% de eventos que já aconteceram, 49,5% estavam em andamento no momento do contato e 29,1% estavam agendados.

O presidente do Regional baiano, desembargador Jathay Júnior, considerou a ferramenta fundamental para a realização das eleições municipais 2020.

“Normalmente, as eleições são difíceis, principalmente no interior do estado, que quanto menor a cidade, maior a disputa e o grau de paixão. Com a pandemia, o grau de dificuldade aumentou ainda mais. Por isso, nós, da Justiça Eleitoral, estamos firmes e contamos com a colaboração do cidadão para inibir aglomerações, obedecendo às recomendações sanitárias”.

De acordo com o TRE-BA, das 1.053 queixas, o número aproximado de participantes em eventos com a presença entre 201 a 400 pessoas receberam o maior número de reclamações (22,5%); atividades entre 100 e 200 pessoas representam 21,6% das reclamações.

Até a divulgação dos dados, o município com maior quantidade de denúncias era Mirante (pertencente a 59ª Zona Eleitoral) com 103 registros, seguido de Iguaí (146ª ZE) com 89; Poções (59ª ZE) com 57; Lençóis (89ª ZE) com 41 e Caldeirão Grande (115ª ZE) com 33.

A ouvidoria informou que 82,2% das denúncias se referem ao não uso de máscara durante eventos; 81,2% sobre desobediência ao distanciamento social; 53,3% passeatas; 51,3% carreatas e 32,2% comícios.

Disque Aglomeração

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) lançou no sábado (31), o Disque-Aglomeração, canal exclusivo para denúncias ligadas à concentração de pessoas em atos de campanha eleitoral em municípios do estado.

O serviço funcionará todos os dias, das 9h às 24h, por meio do número (71) 3373-9000.

Conforme prevê a Resolução Administrativa Nº 37/2020, a juíza Isabella Lago poderá exercer o poder de polícia em todos os municípios da Bahia. (G1/Ba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário