O que é centeio? 5 benefícios desse ingrediente usado no preparo de pães

 

-
O centeio é um tipo de cereal altamente nutritivo (rico em fibras, proteínas, minerais e vitaminas do complexo B) que costuma ser usado no preparo de pães, bolos e outras massas

O centeio é um tipo de cereal pertencente à mesma família do trigo e da cevada que, além de ser usado no preparo de pães, bolos, biscoitos e outras massas, também pode trazer uma série de benefícios à saúde – pois é fonte de vitaminas, minerais e fibras alimentares. Para falar mais sobre esse ingrediente, nós preparamos uma matéria sobre os seus principais benefícios. Confira!

1. Farinha de centeio tem alto teor de fibras alimentares, que prolongam a sensação de saciedade

O grande diferencial do centeio é que ele possui uma grande quantidade de fibras alimentares e carboidratos complexos que possuem uma digestão mais lenta – garantindo, assim, uma maior sensação de saciedade. Vale destacar que as fibras também auxiliam no funcionamento do aparato gastrointestinal e são essenciais para o sistema imunológico.

A farinha feita a partir dos grãos de centeio, além de bem nutritiva, é uma das mais usadas na panificação – principalmente em países ao norte da Europa, que são mais frios, como Polônia, Holanda, Alemanha e parte da Rússia. Isso porque o pão de centeio tem uma vida útil maior que o de trigo – pode durar alguns meses armazenado em baixas temperaturas. Vale destacar, ainda assim, que para deixar a massa no ponto certo, é comum usar tanto a farinha de centeio quanto a de trigo para preparar pães, bolos, brownies e outros tipos de massas e quitutes.

2. Funciona como ótima fonte vegetal de proteínas

Você sabia que o centeio também é considerado uma fonte importante de proteínas vegetais? Por isso, inclusive, ele tem muito a acrescentar em dietas de vegetarianos – contribui para a saúde dos músculos, ossos e fortalece o sistema de defesa do corpo. O pão de centeio, em especial, é um alimento que pode estar presente no café da manhã, lanche da tarde e pode ser preparado em casa, feito basicamente com a farinha de centeio e um pouco com a de trigo integral. Fica bem saboroso e nutritivo!

3. Cereal é rico em magnésio, cobre, zinco, cálcio, fósforo, potássio e vitaminas do complexo B

Além de ter alto teor de fibras e proteínas, o centeio também fornece outros nutrientes indispensáveis para o funcionamento do organismo. Os minerais magnésio, zinco e cobre, por exemplo, são importantes para o funcionamento do cérebro (ajudam a prevenir Alzheimer) e contribuem para a saúde do sistema circulatório.

Além disso, o cálcio, o fósforo e o potássio presentes no cereal ajudam a fortalecer os sistemas ósseo e muscular, sendo fundamentais em qualquer dieta. Outro diferencial da farinha de centeio é que ela contém algumas vitaminas do complexo B – como a B6 (ou ácido pantotênico), que ajuda no controle do colesterol e na produção de serotonina.

4. Centeio também fornece substâncias antioxidantes que combatem os radicais livres

Assim como a maioria dos cereais, o centeio se destaca por ter um alto teor de antioxidantes (como substâncias flavonoides) que previnem o envelhecimento precoce, pois inibem a ação dos radicais livres, e também ajudam a fortalecer o corpo contra gripes e resfriados. Por isso, é muito indicado incluir esse tipo de alimento nas refeições do dia a dia.

5. É fonte de triptofano, aminoácido precursor da serotonina

Para garantir bom humor e auxiliar no funcionamento hormonal, o centeio também pode atuar como grande aliado. Isso porque ele é fonte de triptofano (aminoácido precursor da serotonina, hormônio “da felicidade”) e também de ácido pantotênico (ou vitamina B6) que estimula a produção do hormônio no organismo. Uma boa sugestão de receita saborosa para aumentar a produção de serotonina é a de pão ou biscoito de centeio com creme de cacau (outro ingrediente rico em triptofano). Fica a dica!

Obs.: Vale destacar que a farinha de centeio, assim como a de trigo, contém glúten em sua composição – ou seja, deve ser cortada da dieta de celíacos. A boa notícia é que existem outras farinhas (como a de arroz, de coco, de amêndoas e de linhaça) que são bem nutritivas e funcionam como substitutas para receitas em dietas celíacas. (Conquiste sua Vida)

Comentários