sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Após 17 anos, homem deixa as drogas e inicia curso de Engenharia Civil na Facemp; confira testemunho



Enquanto há vida, há esperança! Foi justamente esta esperança que Heigo Fraga, 38 anos encontrou para se libertar do vício das drogas e receber uma nova vida. Em contato com o radialista Léo Valente, Heigo contou que teve o primeiro contato com o álcool aos 14 anos, em seguida usou a maconha, cocaína e por fim o crack. “O vício é tão grande que a gente deixa de fazer nossos deveres profissionais. Eu não comparecia ao serviço. O dinheiro eu ganhava ia para droga, furtava coisas dentro de casa para vender. A convivência com a família se torna difícil porque tudo que pegamos destruímos com as drogas e diariamente tem confusão”, relatou. O período nas drogas durou 17 anos, até que um dia ele resolveu mudar de vida. Encontrou o pastor Reinaldo Santos do Centro de Recuperação Aprisco e pode construir uma nova história. “Comecei a ver que eu não tinha mais condições, qualquer droga escraviza, mas o crack é mais devastador. O pastor Reinaldo foi me buscar em Muritiba e comecei o tratamento”, disse. Durante o período de reclusão por um delito que praticou no passado, Heigo que já estava recuperado, fez o curso de marcenaria, se inscreveu no Enem e ganhou uma bolsa do Prouni e Fies. Hoje, Heigo é estudante do primeiro semestre de Engenharia Civil na Facemp. “Já tinha dado uma virada na minha vida porque já estava com Cristo, estava bem com minha família. Fora de Cristo não há salvação e libertação. Para o homem ser salvo e liberto precisa estar em Cristo, não é quem conheceu Cristo e se afastou, e sim permanecer em Cristo e se manter em pé”, destacou.
O Centro de Recuperação Aprisco possui 71 alunos e está há seis anos sob a direção do pastor Reinaldo Santos. Nesses 11 anos, o centro já recebeu cerca de 2 mil pessoas.
Você também pode ouvir o testemunho completo na Live do Valente abaixo:
Blog do Valente

Nenhum comentário:

Postar um comentário