segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Jovem de 17 anos é morto a facadas na Bahia; namorada confessa crime e alega defesa

Um jovem de 17 anos foi morto a facadas, em uma aldeia no sul da Bahia, no sábado (27). De acordo com a Polícia Civil, a namorada do rapaz, uma mulher que não teve a idade revelada, confessou o crime e alegou legítima defesa. De acordo com o delegado Moíses Damasceno, Samuel Braz Bonfim foi morto durante uma briga com a companheira.

O crime aconteceu em Santa Cruz Cabrália. Conforme o delegado, após o ocorrido, a suspeita do crime disse que era agredida constantemente por Samuel e alegou legítima defesa, ao confessar que esfaqueou o jovem. Segundo Damasceno, após o crime, a mulher foi agredida por populares e levada para o hospital em Porto Seguro, com ferimentos graves.

Não há detalhes do estado de saúde dela. O líder indígena da região, Zeca Pataxó, informou que o crime ocorreu no bairro Carajás, que fica na aldeia de Coroa Vermelha, e que Samuel era indígena. Conforme Zeca, o jovem foi sepultado em um ritual indígena, nesta segunda, na aldeia de Barra Velha, também em Santa Cruz Cabrália, e onde os pais do rapaz moram. Zeca Pataxó disse, ainda, que a mulher suspeita do crime não é indígena.

O caso foi registrado na Delegacia de Porto Seguro, mas será tranferido e investigado para a unidade policial de Santa Cruz Cabrália segundo informações do G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário