sexta-feira, 20 de abril de 2018

Vitória bate Inter no tempo normal e nas penalidades e avança na Copa do Brasil

O Vitória venceu o Internacional por 1 a 0, na noite desta última quinta (19), no Barradão, com gol de Neilton. A passagem para as oitavas de final da Copa do Brasil foi decidida nos pênaltis. Mais regular e com o goleiro Caíque defendendo duas cobranças, os Rubro-negros sacramentaram uma vaga na próxima fase por 4 a 3.

O atacante Neilton foi a surpresa na escalação do Vitória. O jogador, que estava com uma lesão grau 1 na coxa, conseguiu se recuperar e foi para o jogo. A primeira boa chance do jogo foi do Inter. Aos 11, Iago encontrou Pottker, que tentou encobrir o goleiro Caíque. O arqueiro fez uma grande defesa e evitou o gol.

Aos 19, Denílson teve uma boa chance. Ele pegou o rebote do escanteio e emendou de fora da área. A bola desviou na zaga e foi para escanteio. A defesa do Inter, afastou o escanteio e armou um contra-ataque, mas Pottker foi flagrado em posição de impedimento. O Vitória se soltou no jogo e pressionou o Inter. Aos 32, José Welison arriscou do meio da rua e mandou para fora. Dois minutos depois, Rhayner rolou na área para Denílson.

O atacante dominou, girou e arrematou para o gol. Porém, a bola desviou na defesa colorada e foi para fora. O time Rubro-negro ainda teve mais duas chances com Neilton. Aos 42, ele bateu colocado e a redonda passou perto do gol de Marcelo Lomba. Em seguida, Neilton recebeu na área, driblou dois marcadores, se desequilibrou e mandou para fora.

Segundo tempo
O Vitória iniciou o segundo tempo com a mesma postura do final da primeira etapa: pressionando o adversário. Aos seis, Rhayner invadiu a área e soltou uma bomba. Marcelo Lomba fez ótima intervenção. Em vantagem, já que venceu o primeiro jogo por 2 a 1, o Inter se fechou e procurou explorar os contra-ataques.

Aos 19, Yago avançou pelo lado esquerdo e cruzou para Denílson, que desviou a bola e mandou na trave. O árbitro marcou pênalti de Iago em cima de Kanu aos 34 minutos. Neilton cobrou com tranquilidade e abriu o placar. O Vitória tentou o segundo gol, mas não conseguiu. E a decisão foi para os pênaltis. Nas penalidades, o Vitória converteu quatro cobranças, enquanto o Colorado perdeu duas delas, com defesa do goleiro Caíque. Com isso, o Rubro-negro baiano avançou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário