terça-feira, 19 de junho de 2018

Sem merenda, alunos dizem que professores ajudam a comprar comida no sul da Bahia

Estudantes de escolas públicas de cidades do sul da Bahia denunciaram a falta de merenda nas unidades de ensino e relataram que, em algumas delas, são os professores que têm de comprar comida para os alunos. "Os professores têm que tirar dinheiro do prórprio bolso", disse uma das alunas da Escola Municipal do Bairro Santo Antônio, em Ilhéus.

A secretária de Educação do município disse que está tendo dificuldades na entrega da merenda por conta da forte chuva que atinge a região. Já no Colégio Estadual de Serra Grande, em Uruçuca, as alunas fizeram um vídeo falando que elas estão levando comida de casa e também contando com a ajuda da diretora da unidade de ensino.

"Estamos sem farda o ano todo e sem alimento", disse uma das adolescentes nesta terça-feira (19). Em seguida, outra jovem complementa: "Nós trazemos a comida de casa e estamos contando com a ajuda da diretora da escola, que está tirando do salário dela o dinheiro para trazer suco e biscoito para nós. Nem os banheiros da escola estão limpos porque também não têm produtos de limpeza", concluiu a jovem segundo informações do G1.

Diante dos problemas na escola em Uruçuca, o Núcleo Territorial de Educação do Litoral Sul disse que o fornecimento de alimentação escolar será regularizado nesta terça feira. Já com relação à falta de fardamento e material de limpeza, o núcleo ainda não se posicionou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário