quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Número de casos de dermatite misteriosa que atinge Salvador chega a 79, aponta Secretaria

O número de casos da dermatite misteriosa que atinge a população de Salvador e Região Metropolitana chegou a 79, de acordo com informações divulgadas pelas secretarias de Saúde do Estado e de Salvador, na terça (23). De acordo com o órgão municipal, o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância à Saúde de Salvador segue com as investigações a fim de identificar a causa do surto de dermatose.

O Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde e a Fiocruz-Ba instalaram armadilhas para captura de mosquitos Aedes aegypti e albopictus, principais transmissores de arbovírus no Brasil, além de outros de importância médica como carrapatos, pulgas e ácaros.O objetivo é investigar a doença segundo informações do Bahia Notícias.

A SMS informou que utilizará um questionário elaborado por infectologistas e epidemiologistas na tentativa de descobrir a causa do surto de dermatite que atinge a população de Salvador e Região. Ao, a subcoordenadora da vigilância epidemiológica da SMS, Cristiane Cardoso, afirmou que a principal hipótese investigada é a relação com algum inseto. Dois fatores corroboram com essa possibilidade: a região e a aparência das lesões.

"Há uma coincidência de apresentar aspecto de picada, como se fosse algum inseto. Claro que algumas pessoas estão desenvolvendo um quadro diferenciado, porque esse quadro dermatológico depende da reação de cada indivíduo", explicou. "A gente está com uma concentração no bairro de Patamares, onde tem inclusive um retrato ecológico forte. A gente tem uma mata, a Lagoa de Pituaçu, uma série de cenários que também colaboram com a hipótese do surto de algum inseto".

0 comentários:

Postar um comentário