segunda-feira, 18 de novembro de 2019

COMUNIDADE DO XANGÓ – ZONA RURAL DE SÃO FELIPE SOFRE COM UM INCÊNDIO CRIMINOSO

   
    Neste sábado dia 16 por volta das 13:00h, a Comunidade da Xangó viveu momentos de correria e desesperos devido a um Incêndio Criminoso que foi colocado, ainda não se sabe o motivo que levou um cidadão em atear fogo em três pontos da Estrada Vicinal que liga o Alto da Boniteza ao Xangó, vivemos momentos de desespero sem saber o que fazer, quando vimos foi o fogo se alastrando muita fumaça e desespero e preocupação com as nossas Crianças e Idosos que procuramos salvar primeiro a firmou uma Moradora a nossa Reportagem, os pedidos de socorros foram muitos e que através de muitos voluntários foi possível fazer um asero evitando a queimada de outros pastos, segundo um morador a área queimadas pode chegar a quatro tarefas de terra e se não fosse ação de voluntários uma residência e um ponto comercial  poderia ter queimado tudo, em entrevista com um dos Moradores que não quis se identificar falou pra nossa Redação  que eles tem uma suspeita de uma ou mais pessoa que passou em uma carro de cor prata, mais que não soube informar a placa do veiculo, além de causar transtorno e prejuízo os mesmos irresponsáveis atearam fogo as margens do Sitio do Saudoso Geraldo que além de queimar toda vegetação queimou também as estacas da cerca da propriedade da Família Galvão.

Estamos na primavera mais com uma sensação térmica de verão neste sábado a temperatura chegou na casa dos 37 graus o que torna a nossa pastagem secas e ótimo aperitivo para incêndio, a nossa Redação acompanha o raciocínio de um Morador descartando a possibilidade de alguém ter jogado uma ponto de cigarro, pois o fogo foi intencional porque houve registro em três pontos diferentes da mesma estrada vicinal, a Rádio Muniz FM entra na Campanha cuidado com queimadas que você não possa controlar, a nossa Redação visitou neste domingo e constatamos os prejuízos causados aos moradores e ao proprietário da fazenda.

 
FONTE;  MF NOTICIAS

0 comentários:

Postar um comentário