segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Curso na internet ajuda informais

 

-
Foto: Divulgação

Terminam na próxima sexta-feira as inscrições para um curso online gratuito com o objetivo de ajudar a retomada de pequenos negócios, enquanto não se tem uma solução definitiva para estancar a infecção pelo novo coronavírus.

Programada para o período entre os dias 3 e 6 de novembro, a capacitação é realizada pela internet, no endereço, onde encontram-se os formulários para preenchimento de dados cadastrais dos interessados.

Voltado para microempreendedores com CNPJ e também aqueles que atuam como agentes informais, o conteúdo visa formar crença na oportunidade de as pessoas impulsionarem suas rendas e ganhos neste período desafiador.

São noções elementares de organização e gestão, além da transmissão de conhecimento sobre ações práticas para retomada e crescimento dos negócios, ao fortalecer o relacionamento com a clientela escapadiça.

Outros objetivos – O curso em oferta tem também como objetivo oferecer possibilidades do uso da internet como canal de atendimento e vendas, considerando o contexto atual da economia de baixo contato.

As aulas serão transmitidas, ao vivo, pela plataforma Microsoft Teams, no turno da manhã, das 9h às 10h30, e à tarde das 14h às 15h30. O participante inscrito receberá o link de acesso através de e-mail e poderá assistir sem precisar baixar o aplicativo.

O trabalho, desenvolvido em parceria pela prefeitura de Salvador e Sebrae Bahia, permitirá acesso a todo o conteúdo até dezembro de 2020, pois todas as aulas serão gravadas.

Manobra da cúpula

Chamou atenção esta semana a costura que resultou no afastamento do senador Chico Rodrigues (DEM/RR), flagrado com R$ 30 mil escondido na cueca. Ficou clara a impressão de que a manobra teve como objetivo amenizar a pressão para punir o ex-vice líder do governo no Senado. O senador Otto Alencar (PSD) assegura que a tentativa de blindar Chico Rodrigues não é da instituição, mas do presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM/PA) e do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, Jayme Campos (DEM/MT):

– São essas figuras responsáveis para convocação e que ainda não fizeram. Sou membro do Conselho de Ética, estou pronto para analisar o quadro dele – disse Otto, que garante cobrar que o Conselho de Ética seja convocado ainda este ano. (A Tarde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário