segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Consumo de café antes de exercício físico aumenta risco de infarto, aponta estudo

Pesquisa de fisioterapeutas da Unesp mostra que tomar café antes da prática de exercícios físicos pode ser prejudicial. O estudo consistiu em analisar o comportamento cardiovascular de 32 homens, com idades entre 18 e 25, que consumiram cafeína antes de realizarem atividades. A pesquisa foi realizada em três etapas. No 1º dia foi aplicado um teste de esforço físico para identificar os limites de cada participante.

No 2º e 3º dia tiveram que correr em intensidade moderada e tomaram alternadamente uma cápsula de cafeína e outra de farinha de trigo. Após os testes, os pesquisadores constataram que os batimentos cardíacos, dos que haviam tomado cafeína, demorou uma hora para voltar ao normal. O dobro do tempo necessário de quando não estavam com a substância no corpo.

"Nesse período de recuperação pós exercício, quando ele é mais lento, ocorre um aumento na probabilidade de ocorrer um problema cardiovascular. Como analisamos indivíduos jovens adultos, fisicamente ativos, imaginávamos que a cafeína não teria nenhum efeito de sobrecarga no coração durante o exercício. Porém ficamos preocupados porque isso foi observado nessa mesma população", é o que explica Vitor Engrácia Valenti.

Ele é Coordenador do Centro de Estudos da Unesp (Universidade Estadual Paulista). Isso acontece em função do poder estimulante da cafeína, que aumenta a concentração de catecolaminas no sangue e pode causar sobrecarga no coração, ocasionando assim um infarte.

"As pessoas mais vulneráveis são as do grupo de risco e levantamos a seguinte questão: E nas pessoas que tem um preparo físico menor, pior?", comenta o coordenador. O resultado da pesquisa supreendeu os participantes voluntários e deixa o alerta aos praticantes de atividade física, principalmente os com hipertensão e diabetes.

0 comentários:

Postar um comentário