segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Cruz das Almas: Ações das Policias Militar e Civil auxiliam na diminuição dos índices criminais de sete para zero


Famosa por levar o título de ‘terra da laranja’ e por ser uma das capitais oficiais do São João baiano, o município de Cruz das Almas encerrou o primeiro mês do ano sem registros de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). O número em relação ao mesmo período do ano passado, passou de sete para zero graças as ações das unidades policiais que atendem a região.
Operações de inteligência, cumprimento de mandados de prisão, abordagens à motociclistas, patrulhamento ostensivo e orientações para população tem auxiliado na diminuição dos índices de homicídios e atentados contra a vida, a partir dos trabalhos realizados pela Delegacia Territorial de Cruz das Almas, com o apoio da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Santo Antônio de Jesus), pelo efetivo do 1º Pelotão da 27ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Cruz das Almas) e pelo Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da unidade.
“Intensificamos diariamente o nosso trabalho e construímos junto com o nosso efetivo um trabalho para que a população se sinta mais segura”, informou o subcomandante da 27ª CIPM, capitão Denis Anderson de Almeida Barbosa.
O oficial ainda pontuou que a apreensão de ‘paredões’ – carros adaptados com caixa sonora – é uma das principais ações realizadas para o controle da poluição sonora na região. “Devido ao grande aumento desse tipo de festa, temos intensificado o patrulhamento”, explicou lembrando que na maioria das vezes esses eventos funcionam como locais de fornecimento de droga.
Segundo o coordenador regional da 4ª Coorpin (Santo Antônio de Jesus), Edilson Campos de Magalhães Alves, as operações de inteligência e conjuntas entre a Polícia Militar e Civil tem sido realizadas desde o ano passado e garantiu ainda mais a segurança da população. “Conseguimos identificar e prender grandes nomes lideres e matadores do tráfico de drogas, o que, com certeza, auxiliou neste dado tão importante para a segurança pública”, disse. Foto: Paulo Galvão

0 comentários:

Postar um comentário